domingo, 17 de agosto de 2008

As amostras de superfície - Pencil poppers

Grandes amostras para bater água e levantar peixes activos. Permitem atingir distâncias importantes, mesmo com vento de frente. A animação é bem mais rápida que a de um popper. Salpica muita água e faz simultâneamente um movimento de zig-zag muito atraente.



S. Ferreira

9 comentários:

Sargus disse...

Boas Sérgio,
Bonito video da capacidade de trabalho deste tipo de artificial.
Se tivesse por ali uma Anchoveca acho que a artificial tinha levado uma dentada.

Abraço.

S. Ferreira disse...

Olá, Fernando.

Os pencil popper também são boas amostras para os robalos.
São boas alternativas para a vossa costa, quando o robalo se encontra mais afastado em determinadas alturas da maré.

Um abraço,

Sargus disse...

Os pencil popper são boas amostras para os predadores basicamente.

Pelo formato e peso são uma boa solução para colocar este tipo de artificiais bem longe, também já tenho material deste tipo e gosto bastante do seu trabalhar.

Abraço

S. Ferreira disse...

Está na forja um novo pencil popper aparentado com uma lebre-do-mar!
Vai fazer estragos na costa Alentejana;)

Um abraço,

Sargus disse...

Eh, eh, eh...

Tenho pencil popper um fotoluminescênte (rosa/amarelo) talvez seja mais adequado melhor a águas mais escuras ou ao cair na noite, é uma bala no lançamento, quase tanto como os Reef Pencil 115 da Hart (26 gramas).

Agora a lebre do mar é um autentico manjar para os meninos ;)

Abraço.

S. Ferreira disse...

Esse pencil que mencionas deve ser um da strike pro.
Tinha dois e dei-os a um amigo meu que pesca às anchovas. Parece uma bala.
Os que uso são tamanho XXL.
A propósito das lebres-do-mar, coloquei um post no teu blog, mas pelos vistos não o chegaste a receber.
Se não tivesse visto, também me custaria a acreditar. Em duas pescarias que fiz na costa Vicentina, dois dos robalos pescados tinham as bichas no bucho. Incrível.
Por aqui nunca o tinha visto.
Pelos vistos, os vossos robalos têm boa boca;)

José Gomes Torres disse...

Olá Sérgio,
Bons filmes, dá para perceber a forma diferente de trabalhar as amostras e assim adaptá-las condições e necessidades do momento.
Concordo com o que já foi dito: Se andasse por ali uma anchoveca ou um robalo, não se escapava sem levar uma trinca...
Vou ficar à espera da amostra de lebre-do-mar... mas com sopas de feijão :-))

Sargus disse...

Correcto, esse pencil popper é um da Strike Pro.

"A propósito das lebres-do-mar, coloquei um post no teu blog, mas pelos vistos não o chegaste a receber."

Não Sérgio algo se passou que não o recebi.

Quanto ás lebres (do mar) também não sabia de tal coisa, mas é engraçado quando arranjo o peixe gosto de verificar o que andam a comer, o Carlos faz o mesmo é encontrou aqueles "bixarocos" lá dentro.

"Pelos vistos, os vossos robalos têm boa boca ;)"

Eh, eh, eh...

Quanto à Lebre (da terra), José Gomes Torres, já marchavam umas sopas da dita acompanhadas com feijão branco...

Abraço.

S. Ferreira disse...

Eu também gosto de ver o que os peixes comem. Aprende-se muito, mesmo.
Um abraço,