terça-feira, 5 de agosto de 2008

Spinning nos Olhos de Água

A descarga que ocorreu recentemente na praia dos Olhos de Água, tratou de afugentar os banhistas, mas acabou por se tornar uma benção para o JP.
Coincidência ou não, voltou a encostar um cardume de anchovas e o JP facturou novamente com os seus jerkbaits e poppers demoníacos...


As águas aqueceram e há que aproveitar enquanto dura.

S. Ferreira

8 comentários:

José Gomes Torres disse...

É caso para dizer:
-Vivam as descargas!
Sorte para quem pode ir aos Olhos de Água!
Eu nós aqui cheios de calor!

S. Ferreira disse...

Bem, não te podes queixar muito porque apanhaste uns robalos bem jeitosos à superfície...;)

Um abraço,

Sargus disse...

É caso para dizer:

- In ALLgarve Plagic Fever BEGGINS!...

Parabéns ao JP pelas capturas.

Abraço.

S. Ferreira disse...

Fernando, apesar deste ano estar ainda pior do que o ano passado, em capturas deste peixe, elas de vez em quando aparecem.
É uma pesca com momentos breves mas muita adrenalina.
Um abraço,

Sargus disse...

Ainda me lembro de à alguns anos ter capturado uma unica com 3,5 kg com uma cavala viva que isquei, foram momentos que jamais irei esquecer, os saltos fora de água a determinada altura são de facto impressionantes...

Para não falar em 0.35 mm e 0.40 mm cortos nas investidas, ou safias e sargos mutilados...

Abraço.

S. Ferreira disse...

As anchovas continuam ainda a aparecer na tua costa, porque se trata de uma zona de transição.Aliás, vocês possuem lugares emblemáticos que se caracterizam por albergar em determinadas alturas do ano, bicharocos de 8-9kg. Bem maiores que as nossas pequenotas;)

Um abraço

Sargus disse...

Faz alguns anos a esta parte pelo menos 5 que ninguém as apanha por estas bandas (pelo menos não tenho tido esse conhecimento aqui pelo concelho), nem são vistas nos locais onde eram, e não eram poucas as que encostavam.

Claro que poderão haver e passar por aqui (mais ao largo) mas permanecerem não me parece...

O maior bicho que vi foi à uns anos num campeonato nacional de 1ªs categorias em Vila Nova de Milfontes andava entre esses pesos.

S. Ferreira disse...

Há aí zonas de transicção.
O problema com esta espécie é que antigamente não tinha valor comercial, mas actualmente chegam a vendê-las a 13 euros/kilo na praça. Em restaurantes, um prato de anchova escalada, ultrapassa frequentemente os 40 euros/kilo.
Para fazer face à constante procura, os rapas não hesitam em fazer lances para as apanharem às toneladas.
Um abraço,